domingo, 31 de janeiro de 2016

particip.ante


                                                                               ecos
                                                                              partilha


               nos atravessar                                   dentro e fora                                            sorrir                       leveza                             
                                      como terra e ar                                  escutar com os olhos                   encontrar


                                                                            tecedura
                                                                     

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

cíclica e espiralada.

    cara descarada.
    sem vergonha
    de chorar
    amar
    ser inteira
    verdadeira.

    de confiar
    abrir caminhos
    andar de pés descalços [ e sobretudo juntosxxx!.
    de parar [ Ôpah!
    de ser triste quando necessário,
    e extravagante quando a alegria quer sair pela boca e gritaaahhhhhhhrararara!!!

    essa imagem 'fala' tudo isso.
    eu no topo da montanha
    reavivando a árvore em mim.
   
    eu sou árvore.
    folha, flor e fruto.
    felizxxx por tudo que a natureza favorece acontecer.
    tudo no tempo certo [ como tavô sempre me disse.

    satisfeita pelos nãos,
    e inquieta (eu!)
    para mergulhar em sins maravilhosos.
  
    dar lugar a saúde abundante
    aos sorrisos largos
    abraçar minhas famílias, quem chega, quem vai.
    deixar a LIGA girar espiralada.
   
    essa imagem transborda meus eu's em 2015.
    meus doces afetos
    equívocos,  enganos...
    a estapafúrdia (eu!!!).
    doce, dourada, colorida,
    venenosa e suave.

    essa imagem,
    sou eu!
   
    VIDA!!!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

a véia.



           sou dada as coisas velhas, que carregam um valor histórico,
           um cheiro, um sabor...
           coisas antigas,
           maneiras arcaicas de viver.
           
           a cada ano que passa surge a satisfação de me tornar a véia 
           que me acompanha por toda vida.
           ela tem o tempo do mundo. é a mãe natureza personificada em ser humana.
           por falar em humana, esse é meu único título.
 
           e quem não quiser ser véia que morra logo.

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

diálogos com ela.

                                                             
    fêmea selvagem
         arataca - bahia, 30.10.2015 > IV jornada agroecológica > irepó junto.
                        foto: alex freire

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

parte dela sou eu.

minha gente vem à tona,
mito.
meu lamento vem de dentro,
grito.
surge a dança espiralada,
rito.

quanta emoção deusassssxxxxx!!!
aaaiiiiiii como custa ser intensa.
essa entrega verdadeira que me invade a alma.
essa arte me atravessa
me transborda, devora.
revivo memórias, histórias.

quanta doooorrrr que se transforma em bons sentimentos.
admiração que me traz tormento.
palavras que estavam intaladas após longas caminhadas,
por lugares que nem sei.

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

doce e dourada

dia doce e dourado.
e o sol iluminado
me deixa cheia, inteira,
alimentando ideais
que ganham corpo
e
manifestam
o amor que tenho
a terra
a vida
ao ser humano.
sentimento que brota [ sem distinção.
em um dia doce e dourado.